Stress

É o estado psico-orgânico produzido pela defasagem entre o potencial do indivíduo e o desafio que ele precisa enfrentar. Para administrá-lo, não nos limitamos a proporcionar relaxamento. Muito mais importante é aumentar a energia do praticante para que o seu potencial suba e possa enfrentar o desafio de cima para baixo.

O stress em si não é uma coisa ruim. Sem ele, o ser humano ficaria vulnerável e não conseguiria lutar, trabalhar ou criar com a necessária agressividade. Mal é o excesso de stress ou a falta de controle sobre ele.

Entre um alerta psicofísico e outro, a pessoa teria condições de se re-fazer desse estado de extrema tensão orgânica e mental. Para tanto, seria preciso que houvesse menor frequência do estado de tensão ou, então, técnicas específicas para minimizar a fadiga generalizada dali resultante.

O nosso acervo técnico constitui um dos recursos mais eficientes para reduzir o stress a níveis saudáveis. Por essa razão, são muitos os estudantes, empresários, executivos, políticos, artistas e profissionais liberais que vão buscar no Método DeRose a dose extra de energia e dinamismo de que necessitam, mas, ao mesmo tempo, o controle do stress.

Texto extraído do livro: Tratado de Yôga, do Preceptor DeRose.