Sensibilidade

bigstock-heart-of-fruits-and-vegetables-184383741-700x646Os excessos de sabores pré-fabricados, a overdose de açúcar e sal que consumimos diariamente, mascaram o paladar, impedindo-nos de perceber o quanto é doce uma fruta, uma cenoura ou o quanto é saboroso o mel! É muito significativo quando mencionamos a palavra “sem gosto”. O que é sem gosto? Todos os alimentos tem um sabor! Na verdade a frase é outra: “Não sinto gosto”. Realmente, esta função natural se perdeu devido ao abuso de produtos artificiais. Deixamos de ingerir alimentos orgânicos, trocando-os por produtos excessivamente refinados, com os quais o corpo fica carente, porque faltaram os elementos nutritivos necessários. Ainda teremos de extrair alguns nutrientes de nossas reservas, para a digestão e eliminação daquilo que não faz parte do organismo e que somente o prejudica.

À medida que transformamos nossos hábitos e utilizamos alimentos mais puros, eliminamos a crosta que envolve a língua, formada por aqueles aditivos químicos que sabotam o verdadeiro paladar. Assim poderemos sentir realmente um novo sabor! Notar mais o gosto significa experimentar mais prazer!

Lembremo-nos dos animais, que buscam seus alimentos através do olfato e, se necessário, escolhem medicamentos para reorganização orgânica e até mesmo percebem o momento de fazer um jejum para a recuperação da saúde. Sabemos que isto nos ocorria também quando vivíamos num ambiente mesmo poluído e mais integrados com a natureza. Não queremos voltar no tempo, mas sim nos adaptarmos à vida urbana, onde é perfeitamente possível ter a saúde em dia, devido à enormidade de recursos que a cidade nos fornece.

Quando as toxinas são eliminadas e o corpo se mantém limpo por dentro, todos os nossos sentidos se aguçam: o olfato se torna mais sensível, a ponto de cheirarmos um alimento e percebermos os efeitos deste no organismo. Exatamente como os animais. Os sons ficam mais claros e a pele mais sensível ao tato. As cores também se tornam mais vivas, devido à sensibilidade da visão. Assim reconhecemos a importância da alimentação nas nossas vidas e, quando sentimos mais, percebemos mais e vivemos mais intensamente!

Texto extraído do livro “Guia de Alimentação e Culinária Vegetariana” de Rosângela de Castro.

No dia 20 de setembro, o Curso Básico na Unidade da Mooca será sobre Método de Boa Alimentação. Participe!