Quer ser mais produtivo? RESPIRE.

shutterstock_166529984.jpg

Aprendemos a respirar assim que nascemos, talvez por esse fato, o ato de respirar seja tão automático que acaba negligenciado em nosso dia a dia. A respiração é extremamente importante para a qualidade de vida. Este artigo trata da respiração consciente como forma de melhorar a produtividade em nossos dias.

Para viver, precisamos de alguns itens de sobrevivência, como água e comida, mas antes de tudo, precisamos de ar (ou melhor, oxigênio!) para nos mantermos vivos. Podemos ficar alguns dias sem água e comida, mas sem oxigênio a gente não “passa” de alguns minutos.

O OXIGÊNIO NOSSO DE CADA DIA

Para conseguir o oxigênio necessário para viver, nós respiramos! E a respiração acontece mesmo quando a gente se esquece de que faz isso. Você já reparou na sua respiração hoje? Se não, convido você a perceber como ela está: curta ou longa? Apressada ou calma? Pode ser que simplesmente você se dê conta de que está prendendo a respiração por algum motivo, conhecido ou não.

O oxigênio é um dos nutrientes mais importantes para nosso corpo, pois, basicamente, é por meio da energia obtida com ele que todas as atividades dentro das células acontecem. Graças ao ciclo da respiração nos pulmões, podemos limpar nosso organismo e manter o corpo vivo e saudável. Neste texto vamos conversar sobre a respiração que fazemos ou deveríamos fazer conscientemente pelos pulmões.

OS MOVIMENTOS QUE NOS MANTÊM VIVOS E… PRODUTIVOS!

Para que a respiração aconteça, fazemos dois movimentos básicos: inspirar e expirar. Agora vem o grande segredo: a sua respiração tem um grande impacto no seu estado mental e físico. Sabendo disso, você diria que a respiração tem a ver com produtividade? Imagine só: você quer ficar tranquilo para entrar em uma reunião com o chefe, ou com pessoas importantes para sua carreira, quer fazer uma boa apresentação, quer tomar uma decisão que vai definir o resto da sua vida profissional. Para isso, é necessário ter os pensamentos controlados e o corpo relaxado, à vontade. Como podemos atingir essas duas condições? Simples, basta respirar de forma tranquila, lenta e relaxada.

A RESPIRAÇÃO CONSCIENTE

Já que respirar é uma ação tão natural e aparentemente “involuntária”, a maioria das pessoas não imagina como ela pode influenciar na sua qualidade de vida. Sabe aqueles velhos jargões que a gente usa, como “Calma, respira…” ou “Quando aquele cara me falou aquilo, eu respirei e contei até mil para não pular no pescoço dele”? Eles refletem que a sabedoria popular pode ser muito útil, inclusive nesse assunto.

Uma respiração curta (que não preenche todo o pulmão) e rápida nos coloca em estado de alerta. Normalmente essa é a maneira como respiramos quando estamos com medo ou estamos em uma situação muito difícil. O tórax se enche e se esvazia rapidamente, mas não oferece oxigênio suficiente para o corpo. No entanto, não há problema em respirar de forma curta e rápida. O estado de alerta é favorável em muitos momentos da nossa vida, como para ficarmos acordados, por exemplo. O problema, na verdade, começa com a falta de consciência da respiração durante o tempo em que estamos acordados. Na correria do dia a dia, a gente literalmente não respira. Ficamos tensos, somos tragados pelos prazos e pela lista interminável de compromissos. Com o tempo, nossa negligência com a respiração nos leva a um estado que nos traz doenças como insônia, problemas gástricos, cardíacos, mentais – aquela confusão e profusão de pensamentos negativos, pessimismo e cansaço – e mais tantos outros transtornos.

Como podemos fazer para afastar isso tudo que nos prejudica no dia a dia? A primeira coisa é trazer a sua atenção para a respiração nos momentos mais incômodos e difíceis do seu dia. Certamente, se você não está se sentindo bem, é porque há algum problema aí.

COMO MELHORAR A RESPIRAÇÃO?

A gente nasce sabendo respirar corretamente. Se você já viu como um bebê respira enquanto dorme, sabe que ele enche a barriguinha de ar na inspiração e a esvazia quando solta o ar. Nós, quando dormimos, fazemos a mesma coisa. Esse é o princípio da respiração abdominal, e o movimento acontece com a ajuda do diafragma, o músculo que controla nossa respiração.

O grande trunfo é usar o diafragma corretamente para encher nosso abdômen de ar, e soltar o ar de forma controlada para obter o efeito desejado, seja bem-estar e tranquilidade, seja atenção e energia. A respiração na região do peito não pode ser controlada pelo diafragma e por isso não traz benefícios. Quando o diafragma controla a entrada e saída de ar, pode ser que você sinta o peito se expandir, mas isso é só uma consequência do movimento, não o início dele.

A respiração é a maior fonte de energia do nosso corpo. Quando respiramos de forma correta conseguimos conduzir o nosso corpo ao relaxamento e, com isso, concentrar os esforços energéticos nas atividades que realmente precisamos: aumentando nossos níveis de foco, concentração e produtividade.

Algumas práticas físicas que trabalham o controle da respiração, cada uma à sua maneira: yoga, pilates, natação, tai chi chuan e outras artes orientais. O Método DeROSE envolve práticas que desenvolvem a capacidade e consciência respiratória durante atividades físicas e, principalmente, durante momentos em que é preciso maior concentração e alto desempenho produtivo são necessários.

No dia 16 de maio, quarta-feira às 21h, nós realizaremos um workshop com o tema Respiração e Produtividade. Entre em contato conosco para mais informações!

Texto original disponível aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s